Blog de Valcazaras
 

 

Postado no blog: www.valcazaras.zip.net  ou

www.valcazarasaldente.blogspot.com/

 

 

BLOG²

 

No colégio, em Itapeva, sempre tinha uma crise para a pergunta: “o que você vai ser quando crescer?”. Eu ficava acompanhando as respostas dos alunos, fileira por fileira, vendo se aproximar a minha vez. Ia ficando quente, nervoso, a minha cabeça parecia que ia explodir. Os pensamentos passavam com muita velocidade e, minha ética de não querer mentir, me punha em apuros e por querer ser sincero eu sofria.

Pois eu não sabia a resposta!

Quando criança, escrevi uma poesia num tempo que eu nem sei se sabia o que era mesmo uma poesia. Ao receber um elogio, senti pela primeira vez um prazer até então desconhecido: reconhecimento!

No colégio fiquei surpreso quando num livro de português veio uma página em branco com uma legenda – Escreva, rabisque, faça o que quiser!!

Descobri o prazer da escrita direta, escrever, escrever.... mas “a mão”, meu sonho era uma máquina portátil. Já em São Paulo, consegui uma com a minha namorada, ainda com letras itálicas. Mergulhei no concretismo ao conhecer a poesia de Ferreira Gullar, achei que o que antes havia escrito era muito careta, coloquei tudo numa caixa e etiquetei: “EX-POETA”.

Como os rituais são feitos de movimentos cíclicos essa história não acaba aqui.

 

Comecei na verdade a escrever este texto para explicar porque resolvi abrir um segundo blog, justamente por causa disso, tudo que escrevo vai virando uma história e, como aprendi com Berta Zemel no início dos anos 80 o sentido de “carpintaria teatral” fico dias trabalhando num texto para iludir o leitor que escrevi tudo de um fôlego só.  É isso que acontece nos textos postados no www.valcazaras.zip.net , e quando leitores amigos me cobram assiduidade eu sempre me desculpo criando “outra história”.

Para retornar a essa tenra inconsequência resolvi abrir outro endereço “Al Dente”, nem muito duro... nem muito aferventado.

Por isso dou como aberto o segundo blog:     www.valcazarasaldente.blogspot.com/

“Aqui tudo pode, pois é tudo da lei”.

 



Escrito por valcazaras às 02h33
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 
Meu perfil
BRASIL, Sudeste, Homem, de 36 a 45 anos, Arte e cultura, Teatro


HISTÓRICO


    CATEGORIAS
    Todas as mensagens
     Link



    OUTROS SITES
     Boca do Céu


    VOTAÇÃO
     Dê uma nota para meu blog!